Querida madrinha!

2016 foi um ano cheio de eventos. Para muitas pessoas um ano ruim, já para tantas outras, maravilhoso. Entre tantas notícias, eu considero meu ano de 2016 maravilhoso, pelo simples fato que eu me casei. Casar não é apensar você fazer festa, colocar aliança no dedo ou aparecer mais bonito para as fotos: é assumir um compromisso com a pessoa amada – e que compromisso!

Palavras são gestos de atenção e carinho e neste texto busco traduzir um pouco do que Patrícia Nogueira, também conhecida como tyta, representou (e representa) em minha vida por ter apresentado minha mulher (minha vida). Estive ausente do blog… mas retorno com esta homenagem:

“Algumas pessoas em nossa vida,

Trazem significados e histórias,

Mexem com nossas memórias,

Com nossas emoções e sentimentos,

E entre chegadas e partidas,

Surf, bicicleta e alegrias,

Uma grande cupido trabalhou,

E dois corações, assim pois, aproximou.

Essa narrativa parece mentira,

Mas deixe uma coisa eu lhe contar:

Essa cearense, de nome Patrícia,

Um dia chegou e se pôs a falar,

“Eu tenho uma amiga que tu vai ser apaixonar”.

Eu meio que suspeitei,

Pensei que era apenas enrolação,

E demorei a acreditar.

Numa viagem a passeio,

Essa Patrícia veio,

Com um monte de mulé agarrada,

Para com a cara mais descarada,

Conhecer Pernambuco.

Espia para isso!!

No Castelo de Dona Rosangela,

Chega essa cearense de nome Patrícia

Toda vermelha como pimenta

E na cara-de-pau comenta:

Meu grande amigo!

Eu que não sou bobo, nem nada,

Espio com o rabo do olho,

Uma morena muito bem arrumada,

Cachos negros e pele bem cuidada,

Entre todas ela ficava escondida,

Parecendo que estava fugida,

Da polícia de Pernambuco.

Pronto: “Eu comigo pensei, me lasquei!”

Realmente ela era bonita,

Do jeito que a Patrícia falava,

Eu, besta, primeiro me simpatizei

Depois, ao longo da noite, conversei.

E na despedida, mesmo sem saber, me apaixonei!

Hoje Patrícia se torna madrinha,

De um sentimento que floresceu,

E com a distância amadureceu,

Para viver o Amor.

Entre família e amigos,

E sempre com muita simplicidade,

Eu posso dizer com toda tranquilidade,

Obrigado Tyta!”

Por Ricardo Verçoza – Professor, Administrador e futuro Jornalista.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s