Obrigado por sua atenção!

“Um médico que me olha nos olhos… explica tudo de forma objetiva… e esclarece as dúvidas.”

“Um atendente que pergunta se preciso de ajuda… me acompanha até o corredor onde se encontra o produto… ajuda a escolher alternativas… e depois me indica onde fica o caixa.”

“Um motorista que esperou eu correr até o ônibus… respondeu ao meu agradecimento… e dirigiu com tranquilidade até o destino final.”

O que estas situações têm em comum?

Gestos ricos em atenção.

Situações cotidianas que você talvez já tenha presenciado ou vivido, e que me trazem uma surpresa enorme quando eu encontro uma pessoa que direciona seus esforços em estar, de fato, naquele momento. Não deveria ser uma surpresa, já que a pessoa está sendo paga para fazer o seu trabalho. Estar presente fisicamente, e ser sensível para se relacionar com outras pessoas, foi o diferencial do médico…do atendente… e do motorista, e a questão não envolve o dinheiro. E o que envolve? A perspectiva de humanidade.

Oferecer sua atenção significa entender a individualidade do outro, reconhecer suas necessidades e através de breves instantes, se doar.

Oferecer sua atenção é uma prova de que você acredita nas trocas de carinho e afeto.

Oferecer sua atenção é a mais sublime tradução do respeito através do olhar e do sorriso.

Seja um trabalho remunerado ou voluntário… um momento esperado ou fruto do acaso, observar o mundo nos permite contemplar as pequenas coisas como se fossem grandes, e transformar ideias de gentileza em ações de merecimento. O ambiente em que estamos não deve impedir nossa atenção.

Nas diversas situações do dia a dia temos variados estados de humor… passamos por dificuldades ou fatos de relaxamento… enfrentamos desafios ou situações que já conhecemos. Independente do que acontecer, dar a sua atenção a outra pessoa é tratar com dignidade e compreender que sem isso, não viveremos em sociedade.

A atenção ao outro é a nobreza do nosso foco.

A atenção ao outro é o começo e o fim das nossas relações.

A atenção ao outro é um trabalho paciente, plantando nos corações sementes do respeito.

E quando esta semente gerar frutos, uma mensagem começa a ecoar constantemente: somos importantes… você é importante.

Você é importante para meu trabalho… para minha empresa… você é importante para a comunidade… para a família… você é importante porque é um ser humano! E eu estou aqui para lhe dizer que estou com você! Acredite.

Um casal que senta para conversar sobre o que atrapalha a relação.

Um gestor que, preocupado com o futuro da empresa, busca entender melhor o trabalho de seus profissionais, validando suas individualidades, e reconhecendo os seus esforços.

Uma mãe que sugere ao filho levar o casaco por que, chovendo, fará mais frio do que de costume.

O que estas situações têm em comum?

Gestos ricos em atenção.

Não é aquela atenção que se acaba em si mesma, preocupada e consumida apenas com seus próprios problemas ou banalidades. Trato de uma atenção que é compartilhada… e desta forma ela não diminui, mas aumenta na medida em que reconheço o outro como igual, e me reconheço nele também em suas dificuldades e sucessos.

Não deixemos que os relógios acelerados, as tarefas a cumprir… ou os locais a visitar nos façam esquecer dos gestos diários tão importantes que enriquecem o dia de um ser humano.

Dedique sua atenção

Com a simplicidade de seu coração,

Entregue-se na melodia da canção,

Sendo verdadeiro como delírio de paixão.

E para você que leu até aqui, obrigado por sua atenção!!

Por Ricardo Verçoza – Professor, Administrador e futuro Jornalista.

Twitter: @CapitaCoragem

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s